Chegando lá.

Este blog tem o objetivo de aproximar-me mais de você amigo blogueiro e através do mesmo compartilhar idéias, artigos interessantes, fotos, poemas e pensamentos. Desde já agradeço pelo teu prestígio, companhia e comentários. Sejam Bem Vindos!



terça-feira, 8 de outubro de 2013

Missionário SIMON LUNDGREN

Missionário sueco
Evangelista, pastor e pioneiro das Assembléias de Deus em São Paulo e Paraná. 


Charles Leonard Simon Lundgren, nasceu em Upssala, Suécia, em 28 de outubro de 1898. 

Aos 18 anos, converteu-se ao evangelho, e uma semana depois, foi batizado no Espírito Santo. Seu batismo nas águas aconteceu em 11 de fevereiro de 1917. 

Casou-se com Linnea Leontina Lundgren em 10 de dezembro de 1921. Desta união, nasceram Simon Rune, Ruben Johannes, Ester e Ruth Débora.

O casal Lundgren chegou ao Brasil em 11 de dezembro de 1924, para ajudar o missionário Otto Nelson na cidade de Maceió (AL). Permaneceram na capital alagoana por seis meses. Em seguida, transferiram a residência para Recife (PE), onde ficaram até 1926, auxiliando o missionário Joel Carlson. Em agosto de 1926, mudaram-se para Santos (SP), onde permaneceram até abril de 1930. Durante esse período, Lundgren esteve à frente da igreja em Santos, sendo auxiliado pelos missionários suecos Anders Johansson e Jahn Sörheim.

Em 1930, viajou com a família para a Suécia, onde esteve até 1933, fazendo reforço e integração com sua Missão. Regressando da Suécia com a família, permaneceu durante um ano no Rio de Janeiro, assumindo a vice-liderança da AD carioca, substituindo missionário Samuel Nyström quando este viajava para o interior fluminense.

                Em São Paulo, teve um primeiro período, de julho de 1934 até 30 de março de 1935, cooperando eficazmente na evangelização do bairro do Ipiranga, onde uma congregação dava os seus primeiros passos. No segundo período, a partir de 30 de março de 1930 até 30 de abril de 1938, assumiu o pastorado da AD de São Paulo.
Em várias outras cidades do Estado de São Paulo, as Assembléias de Deus tiveram o empenho de Lundgren para fazê-las 􀁁lorescer em seu início: Jundiaí, Campinas, Nova Odessa, Rio Claro, São Carlos e Marília.

De 1938 a 1940, Lundgren esteve com a família novamente em sua pátria.
Em 1940, embora sob a influência da 2ª Guerra Mundial, voltou ao Brasil, e, desta feita, em junho daquele ano, fixou residência na Colônia Varpa, perto de Tupã (SP), durante dois anos. Em dezembro de 1942, assumiu o pastorado da Assembléia de Deus de Curitiba, substituindo missionário Bruno Skolimowski.
Desenvolveu grandemente a evangelização no Estado, alcançando várias cidades e colônias.  
Sua esposa, Linnea, dedicou-se muito ao trabalho ali, tornando-se um exemplo para os novos obreiros. Ela tocava órgão acompanhando os hinos.
Durante sua gestão em Curitiba, foi organizada uma banda de música maior, desenvolveu-se o coral de adultos e o de jovens, uma grande orquestra e uma banda juvenil. Seus dois filhos, Rune e Ruben, fizeram parte da banda de música fundada pelo missionário Jahn Sörheim em 1937, em São Paulo. Lundgren é o
tradutor do hino 16 “Despertar para o trabalho” da Harpa Cristã .
O número de membros da igreja aumentou consideravelmente, sendo necessário construir um novo templo-sede, inaugurado em 28 de maio de 1948.

Logo após a realização do Jubileu de Prata da AD no Paraná, em maio de 1955, Simon Lundgren passou a direção da igreja de volta para o pastor Bruno Skolimowski.
Depois de jubilado, em 1963, dedicou-se ao ministério do ensino, viajando por todo o Brasil, pregando a Palavra de Deus. 
Missionário Simon Lundgren foi levado ao descanso eterno em 12 de agosto de
1990, em Curitiba (PR) onde residia.

Fonte: Dicionário do Movimento Pentecostal (CPAD)

Nenhum comentário:

Postar um comentário