Chegando lá.

Este blog tem o objetivo de aproximar-me mais de você amigo blogueiro e através do mesmo compartilhar idéias, artigos interessantes, fotos, poemas e pensamentos. Desde já agradeço pelo teu prestígio, companhia e comentários. Sejam Bem Vindos!



sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

CORAL JERUSALÉM, LOUVOR IMENSO EM BRASÍLIA

Conheceremos hoje parte da história do Coral Jerusalém, do Templo-Sede da ADEB (Assembléia de Deus em Brasília) localizada em Taguatinga (Sul) - DF, cuja igreja é presidida pelo Pastor Orcival Pereira Xavier.

Para falar do Coral Jerusalém, é necessário retroceder décadas. Voltar ao início dos anos sessenta, quando a Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Brasília acabava de ser organizada pelo pastor Francisco Miranda.



Admirador da boa música, e sabedor que era uma carência da Igreja, o pastor Francisco Miranda criou o primeiro Coral da Igreja sede, em 21 de abril de 1960, mesma data em que foi organizada a Igreja. Um dos primeiros hinos a ser ensaiado pelo grupo foi o hino 23 da Harpa Cristã, que tem por título “Glória a Jesus”, e começa assim:
“Cantam os santos com fervor,
A quem por mim foi imolado,
Na cruz sofrendo o meu pecado:

Glória a Jesus, Glória a Jesus,
Glória a Jesus, o Salvador.”

Com o surgimento da congregação da Vila Dimas, surge naquela congregação o Coral Vozes de Sião, que tinha como regente o maestro Gidalte Paulino. Após um entendimento do Pastor Miranda com o dirigente local, Pb. João Batista Corsino, o Coral Vozes de Sião passa a se apresentar às quintas-feiras na igreja sede, como também nos cultos de Ceia do Senhor, tendo a participação de alguns componentes do Coral da sede.

Desativada a Congregação da Vila Dimas, a maioria de seus membros, incluindo o Coral Vozes de Sião, migrou para a Igreja Sede, unindo-se então os dois corais, incorporando o nome “Coral Vozes de Sião, regido pelo maestro Edvaldo Amaral. Com a fusão dos dois coros, mais tarde os componentes acharam que deveria haver uma votação para adoção de um nome que trouxesse identidade própria ao grupo. Apresentados vários nomes, vence o nome que conhecemos hoje: Coral Jerusalém.

Seria injusto falarmos do Coral Jerusalém e não citarmos pelo menos a maioria dos que participaram desse trabalho que marcou, e continua marcando o ministério até os dias de hoje:
Pastor Francisco Miranda – o fundador do primeiro Coral da Igreja Sede, a quem fazemos uma homenagem especial como fundador do coral e do Ministério da Assembleia de Deus em Taguatinga.
Os seguintes regentes: Irmão Carlos (vindo da Igreja Batista), Ben-Hur Guimarães, Arli, Silas Tavares (interino), Célia Marçal Miranda, Paulo Gonzaga, Edvaldo Amaral (regente por mais de duas décadas), Rui (um adolescente que tinha cerca de quinze anos), Milton Pereira dos Santos (regente por mais de vinte anos), Elias Miranda, Ana Paula, Josué Berto dos Santos Júnior, Carlos Alberto Júnior. É oportuno também citar os coristas: David Márcio Barbosa Reis, Marcos Henrique Barbosa Reis, os quais eram solicitados para auxiliarem na regência. Também o estudante de música, Milton Pereira dos Santos Junior (in memorian), filho do regente Milton, auxiliou o pai na regência do Coral.

Destacamos ainda a participação dos seguintes pianistas: Hulda Tavares, Sarah Pereira, Milton Jr. E Kellini Valcan. Temos ainda a participação do pianista Eliel Xavier, e como violonista, Luizinho.

Os componentes que permanecem no Coral Jerusalém desde a sua formação até hoje são: Daniel Agostinho dos Reis (tenor) e sua mui digna esposa Maria José Barbosa Reis, sendo única remanescente desde a sua criação. (contralto). Outra componente que merece destaque é a irmã Antonia Xavier de Paula (contralto), esposa do Pr Artur Xavier de Paula, pioneiro neste ministério (in memorian). Outros componentes da época da fundação de saudosa memória: irmã Abadia, Martinha Ruas, Silas Tavares, Sebastião (Tião), Rosa Braga, e tantos outros que não caberiam neste breve histórico, mas cujo trabalho está registrado nos céus.

O Coral Jerusalém, atualmente na regência da maestrina Salma Moraes de Machado, prossegue em sua jornada de 56 anos de atividades, louvando e bendizendo ao Senhor, dando o melhor de seu tempo, seu repertório, e tudo fazendo para o engrandecimento do Reino de Deus, através da boa música sacra.

Fonte: Portal ADEB http://demadeb.com.br/contact/coral-jerusalem 

Pastor Francisco Miranda (a frente de terno branco) com o antigo coral da AD em Taguatinga - DF

Nenhum comentário:

Postar um comentário