Chegando lá.

Este blog tem o objetivo de aproximar-me mais de você amigo blogueiro e através do mesmo compartilhar idéias, artigos interessantes, fotos, poemas e pensamentos. Desde já agradeço pelo teu prestígio, companhia e comentários. Sejam Bem Vindos!



terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Hino 283 da Harpa Cristã - O Pastor e as Ovelhas

Hoje quero falar sobre o hino da Harpa Cristã de nº 283 (O Pastor e as Ovelhas). Esta linda melodia nos fala do verdadeiro pastor que tem um grande amor pelas suas ovelhas. Pelos desertos errantes e pelas colinas Ele, com amor paternal sai em procura daquela que se desviou e está perdida, gemendo pelos campos. Muitas vezes levadas pela conversa fiada do inimigo, algumas ovelhas se perdem do rebanho, mas o Pastor que ama as noventa e nove, também ama aquela que se perdeu e está desgarrada do aprisco. Ò minha ovelha perdida! clama o pastor com voz amorosa, pois não quer que nenhuma se perca. Vejamos então a letra deste maravilhoso hino e o vídeo com um lindo arranjo cantado pelo Mórmon Tabernacle Choir.


O Pastor e as Ovelhas


José Teixeira de Lima
Wm. J. Kirkpatrick



Ama o Pastor as ovelhas,
Com um amor paternal,
Ama o Pastor seu rebanho,
Com um amor sem igual;
Ama o Pastor inda outras,
Que desgarradas estão,
E comovido as procura,
Por onde quer qu'elas vão.


Pelos desertos errantes,
Vêem-se a sofrer penas mil,
Ele ao achá-las, nos ombros
Leva-as dltoso, ao redil.

Ama o Pastor seus cordeiros,
Com inefável amor,
Aos que, às vezes, perdidos,
Gemendo se ouvem de dor.
Vede o Pastor comovido
Pelas colinas vagar,
E os cordeiros nos ombros,
Vede-O, levando ao lugar.

Ama as noventa e nove,
Que no redil abrigou;
Ama a que, desgarrada.
No campo se desviou;
"Ó minha ovelha perdida!"
Clama o dolente Pastor;
Quem irá em sua ajuda,
Para salvá-la, Senhor?

São delicados teus pastos,
Mui quietas tuas águas são;
Eis-nos aqui. ó bom Mestre,
Dá-nos veraz direção,
Faz-nos obreiros zelosos,
Enche-nos de santo amor,
Pelas ovelhas perdidas
Do Teu redil, bom Senhor. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário