Chegando lá.

Este blog tem o objetivo de aproximar-me mais de você amigo blogueiro e através do mesmo compartilhar idéias, artigos interessantes, fotos, poemas e pensamentos. Desde já agradeço pelo teu prestígio, companhia e comentários. Sejam Bem Vindos!



sexta-feira, 4 de abril de 2014

Bandas de Músicas

A banda musical é uma tradição das Assembléias de Deus. 

Em nosso meio, a banda musical ainda assume um papel muito importante.  Nossas igrejas ainda conservam esta tão importante tradição, de manter uma banda em cada templo. Por menor que seja a congregação, podemos notar a ativa participação de uma banda musical nos cultos.
Graças à Deus, que alguns líderes ainda estimulam e apoiam esta tão preciosa prática musical. Somente aqui no Brasil, as bandas representam uma expressão máxima na cultura musical, por possuírem quase que 80% de Bandas Musicais, que ainda sobrevivem neste século. Isto é mais um exemplo de fé e da ajuda do Senhor.


Banda da AD em Lages - SC 
Apesar das nossas bandas serem integradas na maioria por músicos amadores, ainda considero o nível técnico bem alto em relação de outras bandas seculares existentes no Brasil. Nossas bandas ainda sobrevivem pela hereditariedade que nossos ancestrais nos transmitiram com o passar dos tempos, nos incentivando e despertando em nós o desejo e interesse em executar um instrumento.
É pena, que, as atividades musicais envolvendo a prática da banda, dentro das Assembléias de Deus, estão sendo deixadas de lado, principalmente pela nova geração de instrumentistas, que a partir da década de 80 estão optando mais pela música eletrônica. 

Muitas bandas ainda possuem instrumentos em bons estados de conservação e qualidade sonora, o que enriquece a qualidade musical da igreja. Acredito que, se houvesse um empenho maior por parte de nossos músicos, regentes e pastores, poderíamos realizar um excelente trabalho de expansão das nossas bandas pelo Brasil. Condições temos e de sobra. O que falta é fé e coragem para trabalharmos, nos empenhando ao máximo, evitando assim que nos próximos anos nossa Banda não venha se extinguir de nossas igrejas.
Acredito que, a Assembléia de Deus, tem a chance de lançar um movimento em nível nacional, afim de divulgar e melhorar o nível de nossas bandas e de nossos músicos e regentes, desenvolvendo um programa de informação, através de SIMPÓSIOS SOBRE REGÊNCIA DE BANDAS, e outros meios de divulgação.

Muitos cristãos, principalmente dessa última década, não valorizam a prática da banda, devido ao movimento de conjuntos eletrônicos (guitarras, baixos, violões, sintetizadores e vários tipos de percussão), que ocuparam um lugar de maior prioridade em nossas igrejas. Podemos observar que nos cultos desses últimos anos, a banda toca apenas 2 ou 3 hinos com a congregação, devido à outros números "especiais", que tomam lugar na liturgia do culto. O que já estou prevenindo, é que as nossas Bandas desaparecerão das AD, dando lugar a músicos desta nova geração, influenciados com esta música de vanguarda que está dizimando nossas bandas e corais.

Notamos que os hinos congregacionais (HC), já caíram no desuso em alguns lugares, dando lugar aos corinhos cantados pelas equipes de louvor. A participação da congregação é importante nesses momentos em que a equipe de louvor ministra, mas não se deve esquecer os hinos da Harpa Cristã, acompanhados pela banda de música. Isto é um descuido de nossos líderes (não desrespeitando), e sim um alerta para que os mesmos mantenham a nossa tradição da prática de banda, e não abrir mão para tais inovações.

Outra coisa que tem acontecido, é que a igreja que possuía a banda musical, extinguiu-se a banda e a transformou em orquestra sinfônica. Não agiu de forma correta, pois a banda tem um estilo que agrada a muitas pessoas, como também as orquestras. Nesse particular, a AD do Belenzinho (SP) está de parabéns por ter uma linda orquestra filarmônica, mas sem desprezar a sua banda. As duas organizações se alternam nos cultos da igreja, de forma que todos ficam motivados a continuarem servindo ao Senhor no ministério da música, cada um em seu estilo.

https://www.youtube.com/watch?v=iCo3LFUGwcM

video





2 comentários:

  1. Excelente artigo de alguém realmente especializado na área. É um debate interessante. Observar essas tendencias na denominação, junto com suas tradições musicais é algo para se pensar muito em que estilo de igreja estamos nos tornando. Esperamos outros artigos como esse Jacó Santiago. Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Blog encantador,gostei do que vi e li,e desde já lhe dou os parabéns,
    também agradeço por partilhar o seu saber, se achar que merece a pena visitar o Peregrino E Servo,também se desejar faça parte dos meus amigos virtuais faça-o de maneira a que possa encontrar o seu blog,para que possa seguir também o seu blog. Paz.
    António Batalha.

    ResponderExcluir