Chegando lá.

Este blog tem o objetivo de aproximar-me mais de você amigo blogueiro e através do mesmo compartilhar idéias, artigos interessantes, fotos, poemas e pensamentos. Desde já agradeço pelo teu prestígio, companhia e comentários. Sejam Bem Vindos!



quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Biografia

      Quem viaja no sentido Ipatinga/Governador Valadares no montanhoso estado de Minas Gerais, depois de percorrer cerca de 30 km, chega à Cenibra, uma companhia de Celulose implantada no município de Belo Oriente. Essa grande empresa foi instalada próximo ao distrito de Perpétuo Socorro, mais conhecido por Cachoeira Escura. Hoje o distrito é mais desenvolvido, com uma razoável infraestrutura com água, luz, telefone, ruas pavimentadas, escolas, igrejas e até um hospital. Porém, em 1959, não era assim. Era apenas uma pequena vila, onde as pessoas viviam como podiam, sem recursos. Era uma terra sem lei, onde assassinatos ocorriam sempre no meio das ruas.
         No dia 27 de abril de 1959, em Cachoeira Escura, nasceu um garoto que recebeu o nome de Jacó Rodrigues Santiago. Filho do casal Josias Pereira Santiago (in-memoriam) e Ana Rodrigues Santiago que, anos depois, lhe deu mais seis irmãos: Sara, David, Manassés, Josias, Jussara e Enos. 
         Como seus pais mudavam muito, Jacó não conviveu muito tempo com os seus conterrâneos. Assim, em poucos anos, a família morou em Coronel Fabriciano, Governador Valadares; nos bairros Canaã e Vila Celeste, em Ipatinga.
No início de 1968, uma nova mudança e, dessa vez, para Belo Horizonte, onde permaneceu até junho de 1971, retornando ao Vale do Aço.
         No ano de 1965 na cidade de Governador Valadares, contando seis anos de idade, Jacó frequentou uma escola pré-primária. A lembrança dessa época é muito vaga, mas o nome da professora ele nunca esqueceu. Dona Generosa, que de generosa mesmo só tinha o nome, pois era uma senhora muito brava e autoritária.
         Em 1976, Jacó contando 17 anos incompletos, foi chamado para fazer teste na Usiminas, como aprendiz de desenho civil. Antes, trabalhou como auxiliar de escritório na Contabilidade Barbosa, e como auxiliar no Jornal “O Vale do Aço”. Após submeter-se ao teste da Usiminas, foi admitido em 10 de fevereiro de 1976, passando a trabalhar como auxiliar de desenho e, posteriormente, como desenhista civil. Permaneceu no Departamento de Projetos da Usiminas até o ano de 1983, quando por razões de terceirização de alguns setores da empresa, foi transferido para a área de operação, ali ficando até a aposentadoria, que ocorreu em 13 de junho de 2001, por tempo especial.
         Quando estava há três anos na Usiminas, Jacó que participava de um evento evangélico na cidade de Resplendor conheceu uma moça de nome Dalva. Os dois logo se apaixonaram e começaram a namorar. Foi um namoro meio difícil, devido à distância que os separava. A folga do trabalho era reduzida, de forma que não sobrava muito tempo para curtir a namorada. Sobrava então a velha forma de namorar através de cartas. Então, devido às dificuldades, Jacó logo propôs casamento para aquela moça, e ela aceitou. Seis meses depois de se conhecerem, já estavam casados. A cerimônia civil e religiosa ocorreu na cidade de Resplendor na tarde do dia 05 de maio de 1979, com a presença de familiares e diversos amigos do casal.
         Deus contemplou o casal Jacó e Dalva com uma linda família. Primeiro nasceu o Josias Neto (1980), músico, toca trompete nas igrejas e em eventos musicais.

        Depois veio a segunda filha, Júnia, que é musicista. Ela é pianista formada pela UEMG, com mestrado feito na UFMG, além do curso de Musicoterapia feito no Rio de Janeiro. Júnia administra em Ipatinga uma a agência de música “Arte Clássica” que presta serviços musicais em diversos eventos.
         Finalmente, a caçula Débora, que se formou em letras pela UNILESTE, também é musicista, e toca violoncelo. No momento, Débora se encontra na Irlanda, num curso de extensão em Língua Inglesa.
Débora - Wicklow - Irlanda

         Em outubro de 2007, Jacó e sua esposa Dalva foram presenteados com a chegada do Artur (primeiro neto, filho do Josias).


Família 1985
Família 2002

Família 2009

Arturzinho
         Não poderia terminar esta biografia sem falar do lado músico de Jacó Rodrigues Santiago. Ele, que sempre foi dedicado à sua igreja, desde criança gostou de instrumentos musicais. Foi assim, que aos 10 anos de idade, seu pai comprou-lhe um acordeom de 48 baixos, da marca Todeschinni, e ele praticamente sozinho aprendeu a tocar o instrumento. Já na fase adulta, passou a tocar (de ouvido) o piano, órgão e teclado eletrônico. Seu estilo preferido de música, passa pela música clássica, música sacra em geral, hinos evangélicos, música instrumental e coral.
Desde o nascimento, pertence à Igreja Evangélica Assembléia de Deus. Seu pai foi um dos obreiros pioneiros que ajudaram no desenvolvimento da Obra Pentecostal no Vale do Aço. Hoje, Jacó serve em sua igreja exercendo o cargo de presbítero, além de cooperar em outras áreas quando se faz necessário.
E esse é meu livro. Mas isso é uma outra história!

9 comentários:

  1. Começou o abuso dos políticos....por isso voto nulo...graças a Deus nem voto esse ano!

    ResponderExcluir
  2. Muito legal Jaco, estou sem tempo pra, ler tudo, devido a Marcela, mas o que vi você esta de parabéns...sua familia é linda.

    ResponderExcluir
  3. Jacó, a Débora tinha razão em insistir com vc pra criar o blog. Mtoooo interessante, desde sua biografia até o livro, li tudo com mto gosto. É sempre bom ler bons blogs, com assuntos inteligentes.
    Vc está de parabéns, sua página está linda!
    Continue postando coisas legais pra gente ver e ler. Não promento comentar sempre por causa do aperto de tempo que vc sabe, mas com certeza visitarei sempre que possível.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Parabêns.. ficou tudo lindo,eu lí pra mãe tá?? Que Deus continue ti dando muita inteligência,e oriêntação pra fazer muita coisa boa ainda, porque Dom vc já tem rsrsr abç

    ResponderExcluir
  5. Jacó, fico orgulhosa disso tudo, agradeço muito a Deus que pela misericórdia Dele, Ele te deu dom e fez de vc um instrumento nas mãos Dele dentro da Igreja. Louvo a Deus pela sua vida e sua família maravilhosa que te deu, amo todos vcs e vou te confessar um segredo, seu pai falava muito de vc pra todos, tinha orgulho de ter um filho presbítero e sempre ao lado do seu Pastor, isto era tudo pra ele, e hoje pra mim é mais ainda, servir a Deus é tudo!! Sua mãe te ama muito. Ass: Ana Rodrigues

    ResponderExcluir
  6. nao sabia desse sua historia,e realmente comovente.que deus ti abençoe.

    ResponderExcluir
  7. Parabens, irma~ao Jac'o. Deus continue aben'coando seu blog.

    ResponderExcluir
  8. AMEI,PARABÉNS JACÓ.
    DEUS CONTINUE ABENÇOANDO ESTA FAMÍLIA
    LINDA.

    ResponderExcluir
  9. Lindo o seu blog irmão jacó q DEUS te abençõe vc e toda a sua familia, q sempre atuou no louvor e DEUS AGRADA.Contnue neste teu talento,nesta força e muita de dicacão na música.Porque satanás ñao gosta de louvor por isso continue firme na obra do SENHOR pq a vitoria já é sua em nome de JESUS!TENHA UMA SEMANA ABENÇOADÍSSIMA C JESUS!ABRAÇOS C CARINHO PENHA E FAMILIA!MDT:IS:64.4.TUDO MUITO LINDO DEUS ABENÇÕE VCS!

    ResponderExcluir