Chegando lá.

Este blog tem o objetivo de aproximar-me mais de você amigo blogueiro e através do mesmo compartilhar idéias, artigos interessantes, fotos, poemas e pensamentos. Desde já agradeço pelo teu prestígio, companhia e comentários. Sejam Bem Vindos!



quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Pastor José Pereira Santiago

Nasceu dia 19 de setembro de 1924 em Vargem Alegre (MG). Filho de Nestor Martins Pereira e Maria Sebastiana da Conceição. Criado na região de Iapu, mais tarde empregou-se na companhia Acesita, como enfermeiro, onde permaneceu durante muito tempo.

Em 13 de janeiro de 1948 contraiu matrimônio com Maria de Lurdes Pereira, vindo deste casamento os filhos: Maria das Graças, José Pereira Santiago, José Carlos, Maria da Penha, José Wilson, Maria Lúcia, João Batista e Sara Raquel. Dois de seus filhos são pastores José Pereira e João Batista. O casal teve 10 netos e 9 bisnetos. 

O pastor Pereira tem uma grande folha de serviços prestados na obra de Deus. Seu início de carreira foi em abril de 1956, quando ele e sua esposa aceitaram a Jesus Cristo como Salvador. Em 24 de junho do mesmo ano, no lugar denominado Boachazinho, foi batizado nas águas pelo pastor Anselmo Silvestre. Em junho de 1957 foi batizado com o Espírito Santo. Residindo na localidade chamada Mato Grosso (hoje Águas Claras), próximo a Ipatinga, abriu um ponto de cultos em sua casa, onde ficou por um bom período. Deus aprovou este trabalho que chegou a ter sessenta e cinco membros, trabalho esse que teve assistência dos obreiros Marcolino e Abílio. Nessa época, seu irmão Josias também se converteu.

José Pereira Santiago ao lado do Ev, José Pantalião e do Pastor José Alves Pimentel (de terno branco) 
Em 16 de fevereiro de 1959 foi transferido pela Acesita para a região de Pedra Corrida, indo trabalhar num lugar denominado Vinhático onde ficou até 10 de outubro do mesmo ano. Logo depois se mudou para Cava Grande. Neste lugar, enquanto atendia cerca de duas mil e quinhentas pessoas no posto médico local, foi autorizado pelo pastor Pimentel para dirigir os cultos na pequena congregação.

José Pereira e sua esposa Maria de Lurdes testemunharam o casamento do
Ev. Antônio Rosa da Silva com a jovem Luzia Ramos
No primeiro culto dirigido pelo nosso obreiro, estava presente entre outros, um jovem cooperador no trabalho do Senhor, que gostava de pregar num tom de voz alto, era Antônio Rosa da Silva, atual presidente do Campo de Coronel Fabriciano e Ipatinga. Nessa humilde congregação, Antônio Rosa exerceu o cargo de tesoureiro, no período de fevereiro de 1960 até janeiro de 1962. Nessa época a pequena igreja sofreu tamanha perseguição dos inimigos do Evangelho, ao ponto de José Pereira ser ameaçado de morte, e ter que passar várias noites ajoelhado orando pedindo a proteção de Deus. No período em que esteve em Águas Claras, foi lhe entregue pelo saudoso pastor Geraldo de Freitas um "Livro de Ouro", visando arrecadar fundos para a construção do primeiro templo da AD em Ipatinga.

De Cava Grande, onde ficou até 04 de agosto de 1964, irmão José Pereira transferiu-se para o bairro Olaria 2 (Timóteo), indo trabalhar na farmácia da Companhia Acesita. No início de 1965 foi designado para dirigir a congregação de Cachoeirinha e logo depois foi enviado para a igreja de Timóteo (bairro São José). Na igreja matriz em Coronel Fabriciano, cooperou como porteiro por apenas uma semana. Dirigiu a primeira escola dominical no Mangueiras e logo foi designado para cooperar na congregação do bairro Timirim (Timóteo). Tempos depois, foi enviado para a cidade de Jaguaraçu, quando tinha que andar a pé mais de seis quilômetros morro acima para dirigir os cultos.
Em 16 de janeiro de 1972 foi separado para o diaconato da igreja. Em 1973, pediu demissão do emprego e foi convidado para trabalhar de tempo integral no ministério, sendo enviado para a cidade de Belo Oriente. Sua carreira ministerial foi cheia de muitas lutas, mas repleta de vitórias concedidas pelo Senhor Jesus, sendo que em 11 de agosto de 1974 foi separado para servir como presbítero.
Durante este período ele dirigiu as igrejas de Belo Oriente, Naque, Melo Viana onde ficou apenas treze dias, Mesquita, Caladinho de Baixo, Caladinho de Cima, Jaguaraçu, Marliéria, Antônio Dias, São Joaquim da Bucaina, Cocais das Estrelas e Engenheiro Guilman. 
O então presbítero José Pereira Santiago e obreiros da AD em Coronel Fabriciano 

Além destes lugares por onde passou, cooperou por um bom período no templo-sede em Coronel Fabriciano, onde ele e sua esposa sendo enfermeiros ajudaram a cuidar do pastor Pimentel durante a sua enfermidade até o dia em que o Senhor o chamou para a Glória Eterna.
Já na presidência do pastor Antônio Rosa, atuou por um breve período como tesoureiro geral do campo. Em 14 de setembro de 1978 foi consagrado ao ministério de evangelista e no dia 20 de setembro de 1984 foi ordenado pastor.

Após receber a sua jubilação do ministério, residiu em Vila Velha (ES), onde congregou na AD do Ibes. Voltando para Coronel Fabriciano, aí permaneceu junto a esposa e filhos. Em setembro de 2012, sua esposa faleceu. No dia 18 de setembro de 2014, foi homenageado durante o Culto dos Idosos da AD em Ipatinga, quando também foi comemorado o seu aniversário de 90 anos. Na oportunidade que teve para expressar sua alegria e agradecimentos aproveitou e cantou um hino que marcou sua vida cristã. No dia 13 de outubro as 5 horas da manhã, após 14 dias hospitalizado, recebeu a chamada do Senhor para o descanso eterno.


ANEXOS:


José Pereira e seu irmão Josias




 





Um comentário:

  1. Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
    Tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita.
    Ficarei radiante se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, saiba que sempre retribuo seguido também o seu blog. Minhas saudações.
    António Batalha.
    Peregrino E Servo.

    ResponderExcluir